Como convencer sua família a entrar na dieta!

Tempo de leitura: 3 minutos

Família na dieta, é possível!?

Todos os dias eu ouço coisas como: “Malu, não tem como fazer uma alimentação saudável porque aqui em casa ninguém me apoia!”.

Realmente fica mais difícil seguir uma alimentação baseada em comida de verdade quando estamos cercados por produtos alimentícios feitos para nos viciar. Muitos produtos alimentícios possuem ingredientes específicos para nos viciar física ou psicologicamente.

Já expliquei nesse post que o açúcar é uma substância capaz de trazer dependência ao nosso organismo, assim como uma droga. Além disso, os mecanismos fisiológicos do corpo respondem de forma cíclica ao consumo exagerado de açúcar, de forma que quanto mais se come mais se quer comer!

Ou seja, comer de forma saudável vai muito além de simplesmente deixar de comer coisas e passar a comer outras. É também uma questão de saber o porquê é tão importante renunciar ao prazer momentâneo para desfrutar de saúde e bem-estar lá na frente.

Trata-se de tomar o controle da situação e decidir quando e o que você realmente quer comer. Trata-se de descobrir novos sabores e prazeres. Diz respeito a amor próprio e ao próximo.

Mas se é como uma droga, Malu, como farei para resistir a ela sozinha!? Se reeducar e largar “o vício” é um processo que você pode fazer sozinho sim, porém, ter uma companhia nessa jornada pode ajudar muito.

Descubra como eu fiz para convencer meu marido e família que a alimentação saudável/Low Carb era o melhor caminho a ser seguido assistindo o vídeo abaixo:

Agora que você assistiu ao vídeo, vale lembrar que não adianta forçar ninguém a seguir uma alimentação saudável, isso não funciona. Infelizmente a oferta de produtos alimentícios está por todo lado para sequestrar os sentidos das pessoas e lembrá-las que sabor e prazer estão a uma mordida de distância.

Como o Bruno mencionou, você precisa mostrar para as pessoas que elas tem um problema e que solucioná-lo não é tão difícil, chato e sem sabor quanto parece!

Assista e faça com que sua família e as pessoas que você ama assistam aos documentários mencionados no vídeo:

Mude o preparo dos alimentos e tente torná-los mais atrativos e gostosos.

E não se esqueça! Se sua família não está disposta a deixar de lado a sabedoria popular, usa ela a seu favor.

Algumas dicas para colocar sua família na dieta com você:

  1. Enalteça o fato de que uma alimentação saudável é aquela que é baseada em vegetais;
  2. Nunca fale em excluir algum macronutriente da alimentação;
  3. Tente não valorizar a gordura (nem o fato de você comê-la, nem o fato de que eles acham que ela não é saudável);
  4. Não faça alarde quando não for comer porque não está com fome;
  5. Mas afirme que está super bem mesmo sem comer;
  6. Esforce-se em dar o exemplo, mas não fique maluco se não conseguir seguir em 100% uma alimentação saudável (a exceção faz a regra);
  7. Se jogue na cozinha e lembre-se sempre que comida saudável não significa comida sem sabor!

Espero que tenha gostado! Qualquer dúvida estou a disposição.

Beijos e até a próxima!

 

Se você ainda não é inscrito no canal do Youtube do Você Mais Fitness, aproveite para se inscrever clicando aqui.

Siga o Você Mais Fitness nas redes sociais!

  1. Facebook: Você Mais Fitness
  2. Instagram: Você Mais Fitness
  3. Snapchat: maria-luizass

Fique informado! Cadastre seu email no Você Mais Fitness e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para ter uma vida mais saudável (grátis)!

Comments

comments

  • Iara Ignácio

    Olá, Malu! Conheci vc hoje através do youtube e assisti vários videos seus e, através dos vídeos, cheguei aqui.
    Após assistir ao vídeo, percebi que este artigo, em especial, é a minha cara… rs.
    Eu venho tentando introduzir a low carb em minha casa desde o inicio deste ano. Tenho lido muito a respeito, muito mesmo. Procuro fazer algumas receitinhas diferentes usando legumes e proteínas e, ao final da refeição, sempre digo: “Esta é uma receitinha low carb…” pra que entendam que a dieta consiste em ingerir alimentos saudaveis e que estes alimentos não necessariamente tem que ser introduzidos através de uma salada básica e pouco atrativa e, desta forma, tenho tido resultados positivos com a familia.
    Estou adorando ler seus artigos e assistir aos seus vídeos. Linguagem clara e objetiva, seus resultados através da mudança de hábitos é muito motivadora. Parabéns!!!