O que você precisa saber para começar a emagrecer!

Vamos lá!

A primeira coisa que você precisa saber para começar a emagrecer é que vai dar trabalho! Não estou dizendo que vai ser difícil, que você vai ter que gastar rios de dinheiro ou que vai ser super cansativo. Não é isso.

O que quero dizer é que não existe atalho para a perda de peso. O emagrecimento é um PROCESSO no qual você vai passando por etapas até alcançar o objetivo final (que você mesmo vai definir). Cada etapa tem seus próprios desafios e, JURO, depois que você vencer os primeiros não vai querer mais parar.

Para mim, o principal erro de quem quer emagrecer é querer pegar atalhos. Quantas vezes eu mesma não tentei!? Já tomei todos os chás seca barriga do mercado, cápsulas de chá verde, cártamo e coisas do tipo (não estou dizendo que são ruins). E ainda tem gente que se arrisca com remédios controlados, coisa que eu nunca tive coragem de fazer.

Não estou julgando, só quero alertar que todos esses produtos, ou “atalhos” como gosto de chamar, não levam a lugar nenhum. Muitas vezes fazem com que a perda de peso aconteça, porém quase sempre o processo estagna ou a pessoa volta a ganhar peso tempos depois. Por que isso acontece? Porque o processo não aconteceu.

Então, sendo verdadeira, emagrecer vai dar trabalho e você tem que estar disposto a fazê-lo.

Todos querem emagrecer ou ficar mais fortes, mulher ou homem, ninguém está totalmente satisfeito com o corpo. A pergunta é: quantos estão disposto a fazer alguma coisa a respeito? Poucos, eu diria. Todo mundo quer a pílula mágica, porém ela não existe.

idealizarA segunda coisa (e mais importante) que você precisa saber é que sua mente é quem define aonde você quer e vai chegar. Isso parece meio filosófico mais é verdade. Vocês já ouviram falar do livro “The Secret“? Ele diz exatamente isso, para que as coisas aconteçam na sua vida você precisa desejar, se imaginar naquela situação e, então, quando você começar a trabalhar para chegar ao seu objetivo tudo virá mais fácil.

Dito tudo isso, vamos desmistificar algumas coisas.

Há pouco menos de dois anos atrás, se eu precisasse fazer dieta, eu iria no supermercado e compraria todos os produtos light, diet ou com mais fibras existentes, diminuiria as porções de comida nas refeições e evitaria doces e frituras. Faria isso até que uma comemoração importante me tirasse do foco ou eu cansasse (porque dieta é assim).

O primeiro problema é que com esse tipo de alimentação o único fator que poderia me fazer emagrecer seria o déficit calórico, já que eu diminuiria as porções de comida nas refeições. Caso eu realmente emagrecesse (o que dificilmente aconteceria, porque calórias significam pouco em uma alimentação), isso demoraria um bom tempo, levando em conta que apenas o déficit calórico estaria a meu favor e, mesmo assim, meu corpo poderia se adaptar a essas condições rapidamente e o emagrecimento nunca aconteceria.

Fique atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as novas publicações do site!

Outro problema desse tipo de alimentação é que eu utilizaria muitos alimentos industrializados que, apesar de aparentarem ser “do bem”, não são saudáveis . No artigo 7 simples atitudes que te deixarão mais saudáveis expliquei como a indústria utiliza múltiplos mecanismos para tentar nos convencer da necessidade de consumir produtos como esses.

Uma coisa que aprendi depois que iniciei a reeducação alimentar é que você não precisa passar fome para emagrecer. Isso mesmo, provavelmente você precisará comer até mais (quantidade) do que comeria se estivesse de dieta ou em uma alimentação qualquer (a não ser, é claro, se você estiver perdendo as últimas gordurinhas, mas as últimas mesmo, aí, talvez, a fome tenha que existir).

Por isso, se você está passando fome e não está emagrecendo, você provavelmente está comendo as coisas erradas. Concentre-se em comer comida de verdade, aquelas que não vem em pacotes, e você estará no caminho certo.

O ideal, como também disse no artigo que citei acima, é que as pessoas cozinhassem sua própria comida e que ela se limitasse a alimentos de verdade, porém, o tempo é artigo de luxo hoje em dia e a praticidade acaba ganhando espaço em detrimento da saúde.

Para esses que ainda não arranjaram tempo ou disposição, sugiro fazer o simples: leia os rótulos dos produtos e identifique os vilões do seu objetivo.

Produtos industrializados podem conter muitas substâncias que você nem ousa imaginar. Açúcar e farinhas refinadas são os que mais se escondem em itens como molho de tomate, mostarda, cereal matinal, leite em pó, iogurte, requeijão, carne temperada de fácil preparo etc. Sendo assim, se você não quer ou não pode preparar sua própria comida, escolha produtos com poucos e bons ingredientes.

carboidratos-simplesPara aqueles que querem ou precisam emagrecer a última dica que quero dar é sobre a ingestão de carboidratos simples. A cultura brasileira nos faz comer uma quantidade bem maior de carboidratos do que uma pessoa normal precisa para obter energia. Por isso, repense a quantidade de carboidratos que você ingere todos os dias.

Praticamente todos os alimentos possuem alguma quantidade de carboidratos na sua composição, mas você deve evitar aqueles que possuem maior quantidade desse macronutriente. Açúcar, arroz, macarrão, batata inglesa, pão, farofa, farinha… sem contar todos as comidas que são feitas com um ou mais ingredientes ou similares a estes. Todos eles atrapalham o emagrecimento.

Embora pareça muita informação de uma vez só, acredito que resumi os principais fatores que me ajudaram a perder peso e, principalmente, manter a boa forma. Mais que isso, acho que muitas das coisas que escrevi neste post me ajudariam a ter percorrido um caminho mais curto para chegar onde estou hoje.

Recapitulando os principais pontos:

  • O emagrecimento é um processo e dá trabalho;
  • Os atalhos para a perda de peso não levam a lugar nenhum;
  • Não existe pílula mágica;
  • Você precisa acreditar, desejar e se imaginar conseguindo emagrecer;
  • Alimentos industrializados que parecem ser “do bem” não auxiliam o emagrecimento;
  • Você não precisa passar fome para emagrecer;
  • Coma comida de verdade;
  • Produtos industrializados escondem ingredientes que podem engordar e
  • Excesso de carboidratos na alimentação podem engordar ou dificultar o emagrecimento.

Espero que tenham gostado das dicas e que as coloquem em prática.

Beijos e até a próxima!

Gostou do artigo, tem dúvidas ou dicas para passar? Deixe um comentário abaixo e responderemos assim que possível.

Fique informado! Cadastre seu email no Você Mais Fitness e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para ter uma vida mais saudável (grátis)!

  • Caio F

    Outro artigo excelente!

    Parabéns, Malu.

    Muito sucesso pra vc e o Bruno (sou fã do Você Mais Rico!).

    Abraço!

  • Muito obrigada, Caio!

    Abraço e continue conosco.

  • nidia

    Oi malu, tudo bem? Eu estou fazendo a LCHF há uma semana e senti uma diferença imensa! Confesso que quando vi você dizendo a respeito da redução do apetite fiquei um pouco descrente pois segui à risca a Dukan por 15 meses e eu sentia muita fome! Agora com a ingestão aumentada das gorduras parece mágica! Tem dias que me alimento uma vez ao dia numa boa… Sem sofrer…rss…
    Vi seus vídeos no canal do YouTube e me inspirei muito!!! Show de bola!
    Tira uma dúvida minha, pelas manhãs eu bato um suco verde low carb (salsinha, couve, jilo, salsao, pepino, gengibre e limão) sem frutas exceto o limão. . Você acha que pode comprometer a perda de peso pelo fato da ingestão só dos açúcares e não das fibras? Ou posso continuar?
    Desde já agradeço pela atenção!
    Sucesso!!!

  • Oi Nidia!
    É muito legal ouvir isso. Realmente a dieta Low Carb é apaixonante, eu mesma nunca mais pretendo largá-la. Só comer quando temos fome de verdade é extremamente libertador.
    Que bom que está assistindo os vídeos do YouTube, lá dá pra explicar de forma mais fácil algumas coisas, sem contar que tenho a chance de dar ideias de receitas para as pessoas.
    Sobre o suco verde, acho que não é capaz de comprometer a perda de peso, a não ser que você já esteja com um peso bom e queria perder as últimas gordurinhas, do contrário acho que não tem problema. Ah e se você não coar é melhor ainda.
    De resto, continue fazendo o que você está fazendo, se sua fome diminuiu é porque está no caminho certo. Coma apenas com fome e até a saciedade e não tem erro!
    =]
    Obrigada por prestigiar e sempre que precisar é só falar!
    beijão

  • nidia

    Oi malu! Primeiramente obrigada pela atenção em responder! Só vim pra contar que hoje foi o segundo dia da pesagem (início da segunda semana) e emagreci 6,200kg!!! Sinal que pelo menos para mim o suco verde foi bom!! Ainda faltam 35kg, mas eu chego lá kkkkk

  • Nossa Nidia, isso é simplesmente fantástico! Estou muuuuuuito feliz por você, sério, parabéns! O mérito é totalmente seu nessa batalha!
    Continue me atualizando sobre os resultados, quero saber de tudo! E como eu disse ontem, continue fazendo o que você está fazendo!!! rs
    Parabéns e conte sempre comigo!!
    beijão