Fome e saciedade!

Comer com fome e até a sua saciedade! Parece loucura ter que escrever sobre isso, mas pouquíssimas pessoas seguem à risca as sensações fisiológicas do corpo. O natural, hoje em dia, é comer a cada três horas ou até mesmo a todo momento, sem que o corpo seja ouvido nesse período.

Todas as vezes que sugiro que só deveríamos nos alimentar quando realmente estamos com fome, três afirmações surgem:

  1. Então vamos ter que comer o tempo todo!
  2. Se ficar muito tempo sem me alimentar vou acumular gordura quando comer!
  3. Isso não é saudável e provavelmente vou perder massa magra!

Eu entendo que as pessoas pensem tudo isso, porque há pouco mais de dois anos atrás eu com certeza falaria uma das três afirmações, ou as três juntas, sem pestanejar! rs. Isso porque estava convencida demais pela “sabedoria popular” ou “verdades científicas” sem embasamento nenhum.

Ouvia e reproduzia o que me diziam. Nunca me perguntei se existia um ensaio clínico randomizado (o padrão ouro de evidência científica) que corroborasse tais afirmações (e não, eles não existem). O que existe são estudos com pouquíssima validade científica que provam o que você quiser (inclusive absurdos como: fumar emagrece ou faz bem à saúde).

Afirmações como as citadas acima são feitas diariamente pela mídia e pela indústria alimentícia, a mais interessada em fazer com que você consuma mais e mais. E vamos ser sinceros:

  • quanto menos tempo você passar sem comer, melhor para ela;
  • quanto mais gostoso o produto, melhor para ela;
  • quanto mais diferente e tecnológico (impossível de reproduzir em casa), melhor para ela;
  • quanto mais dependência você tiver da indústria, melhor para ela;
  • quanto mais viciante o “alimento”, melhor para ela…

fomeMelhor para a indústria alimentícia porque vende mais e lucra mais. Afinal o objetivo dela é esse, o lucro, e não sua saúde!

E foi assim que deixamos de ouvir os sinais que nosso corpo nos dá, como a fome e a saciedade, para seguir a orientação de quem se beneficia com o dinheiro que gastamos para comer cada vez mais e em intervalos menores.

E não é por acaso que a maior parte dos industrializados comercializados em grande escala tem como ingrediente principal algum tipo de carboidrato ou é riquíssimo em açúcar refinado, como mostrei no post “Industrializados e suas mentiras”.

Com esse tipo de alimentação, é natural que a fome aconteça a todo momento, já que ativamos o hormônio insulina o tempo todo. Assista ao vídeo e entenda porque se alimentar com produtos industrializados a cada três horas causa mais fome e provavelmente não vai te emagrecer.

O hormônio insulina é um hormônio anabólico responsável por tirar o excesso de açúcar do sangue e levá-lo para dentro das células. Ativar esse hormônio a todo momento significa encher nossas células de energia a ponto de fazer com essa energia sobre e então seja estocada nas células de gordura como reserva.

Quando nos alimentamos de forma não natural (alimentos industrializados), nosso corpo passa a responder de forma não natural, ou seja, a fome e a saciedade não acontecem como deveriam acontecer!

alimentos-low-carbSe alimentar com comida de verdade, tendo como base da alimentação vegetais e carnes gordas, ou seja, alimentanção Low Carb, torna a fome coisa rara e a saciedade algo presente e fácil de atingir.

Isso porque esse tipo de alimentação tem como principal objetivo não ativar a insulina, fazendo com que a fome só apareça quando o organismo estiver precisando, de fato, de algum nutriente ou energia.

Também por se tratar de uma alimentação natural, a alimentação Low Carb inclui a gordura natural dos alimentos o que provoca mais saciedade e menos fome.

Além disso, esse tipo de alimentação não produz picos de açúcar no sangue, evitando o famoso “efeito rebote”. Isso porque quando existe um pico de glicose no sangue a insulina acaba por tirar excessivamente o açúcar, baixando os níveis do mesmo a patamares não saudáveis. Quando isso acontece o corpo dispara os mecanismos da fome, para que você coma mais alimentos e se torne possível regularizar os níveis de açúcar o mais rápido possível.

Uma alimentação natural regulariza todos os mecanismos do nosso corpo, ou seja, produz reações naturais. Fome uma, duas ou até três vezes ao dia e a ausência de fome entre as refeições, o que significa: mais saciedade!

Como distinguir FOME da VONTADE DE COMER!?

  • Fome não é seletiva, ou seja, você pode e vai comer o que tiver na sua frente. Seja gostoso ou não, tenha boa aparência ou não, você vai comer.
  • Os sinais da fome são muito pessoais, mas o corpo avisará de alguma forma, seja com um roncar de estômago, uma sensação de vazio ou uma leve dor de cabeça. Cada pessoa tem um sinal diferente.
  • Fome não dói e nem traz sofrimento.
  • Normalmente é um sentimento que vem em ondas, primeiro de maneira fraca e vai embora, depois um pouco mais forte e vai embora. Até o momento que não passa mais, rs.
  • Hidrate-se! Muitas vezes o corpo confunde sede com fome, cuidado.

Coma até a saciedade e não além dela.

  • Não empurre comida goela abaixo. Se estiver satisfeito, pare de comer.
  • Coma devagar e ouça os sinais que seu corpo dá.
  • Não coma quando não estiver com fome de verdade.

Espero que tenha gostado desse post! Qualquer dúvida estou a disposição.

Beijos e até a próxima!

Gostou do artigo, tem dúvidas ou dicas para passar? Deixe um comentário abaixo e responderemos assim que possível.

Fique informado! Cadastre seu email no Você Mais Fitness e receba novidades, artigos e dicas imperdíveis para ter uma vida mais saudável (grátis)!